Notícias

Aluno do CAIC conquista medalha de ouro na OBMEP.


Além de Pedro Lucas, da Escola Municipal Embaixador Martim Francisco; também foi medalha de ouro na Olimpíada o aluno Pedro Afonso, da Escola Estadual Adelaide Bias Fortes.

O aluno Pedro Lucas Ribeiro da Silva, da Escola Municipal Embaixador Martim Francisco (Caic) conquistou Medalha de Ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – Obmep. Além dele, outros alunos também obtiveram excelentes resultados na competição, pois a aluna do 9º ano, Paloma Maria Faustino, conquistou Medalha de Bronze e outros seis estudantes vão receber menção honrosa nesta décima edição da Obmep. O medalhista de ouro receberá sua premiação no Rio de Janeiro, das mãos da presidente da República, Dilma Rousseff.


Pedro Lucas, no ano passado, foi bronze na Olimpíada. "A conquista é resultado de todo um trabalho de dedicação não só meu, mas da minha professora de matemática e de toda a escola, que sempre nos incentiva a participar de competições como esta. Agradeço minha família pelo grande apoio. Estou muito feliz com o resultado", pontuou o aluno.


Para a professora de matemática, Maria Aparecida, a conquista demonstra a dedicação dos alunos e o sério trabalho que a Escola vem desenvolvendo ao longo dos anos, visando sempre a melhoria do processo ensino-aprendizagem de seus estudantes. "Estou muito feliz, também por ver meus alunos se destacando em conquistas em nível nacional", destacou.


Mais uma vez Barbacena foi destaque na Obmep. Outro estudante da cidade que conquistou ouro na Olimpíada foi o aluno da Escola Estadual Adelaide Bias Fortes, Pedro Afonso Couto Barra. Só de Barbacena, na segunda etapa da competição, participaram mais de mil alunos. Na Escola Municipal Yayá Moreira, também teve a aluna Paola Sílvia de Araújo, que também levou uma Medalha de Bronze.


Em toda a área de abrangência da Superintendência Regional de Ensino de Barbacena, que envolve 24 municípios e 57 escolas, foram conquistadas 8 medalhas de ouro, 17 de prata e 31 de bronze, além, das menções honrosas. Segundo Cynnara Camargo Gomes, supervisora da Obmep na Superintendência, a participação das escolas públicas da jurisdição foi de 100%. "A nossa região a cada ano vem crescendo em número de medalhas e menções honrosas. Isso mostra que os alunos e professores estão fazendo com total seriedade suas atividades. Todo o trabalho de incentivo que temos dado às escolas tem trazido resultados positivos, como o que alcançamos este ano", relatou.


O estado de Minas Gerais mais uma vez obteve o melhor resultado em número de medalhas, pelo oitavo ano consecutivo. De acordo com o site da Olimpíada, são 153 medalhas de ouro, 413 de prata e 1.080 de bronze, totalizando 1.646 medalhas. A Obmep é dividida em três níveis. O primeiro é composto por estudantes do 6º e 7º anos do ensino fundamental. No segundo, fazem as avaliações alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental. Já o terceiro nível é composto por estudantes do ensino médio.


A Olimpíada busca estimular e promover o estudo da Matemática entre os alunos das escolas públicas, além de contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica. A competição é promovida pelos ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia e é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Aplicada - Impa e pela Sociedade Brasileira de Matemática.